Rádio JOVEM PAN

100.9. Jovem Pan São Paulo

Ouvir

“Look What You Made Me Do”: 8 referências escondidas no clipe bombástico de Taylor Swift

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Já viu esse lacre?

Já viu esse lacre?

Fonte: Reprodução

Aconteceu: Taylor Swift mostrou o tão esperado clipe de “Look What You Made Me Do” e ele é mais bombástico do que todos esperavam.

Mais do que falar sobre as polêmicas na qual esteve envolvida nos últimos anos, o clipe traz muitas referências escondidas e Taylor ainda estampa tudo o que já criticaram nela ao longo de sua carreira.

O clipe, que fez sua estreia no VMA, na noite de domingo (28), alcançou mais de 1 milhão de visualizações antes do fim da premiação.

Veja as referências escondidas em “Look What You Made Me Do”:

“Aqui jaz a reputação de Taylor Swift”

A cena de abertura do clipe literalmente enterra todo o passado da cantora e sua reputação. Aqui, ela aparece como zumbi usando o mesmo vestido do clipe “Out of the Woods” e sendo enterrada com o look que usou no MET Gala de 2014. Um dos túmulos do cemitério ainda traz o nome “Nils Sjoberg”, pseudônimo que ela usou para escrever o hit “This Is What You Came For”.

O caso de assédio

Lembra que Taylor venceu o processo de assédio que abriu contra o DJ David Mueller. Na cena em que aparece na banheira cercada de diamantes ela lembra do caso. Uma nota de 1 dólar aparece ao seu lado: esse foi o valor que ela recebeu do DJ por ter vencido o caso.

Katy Perry

Taylor pode ter alfinetado Katy Perry em um momento discreto do clipe. Quando aparece atendo o carro em uma das cenas. Em uma das tomadas, o cabelo da cantora está igual ao de Katy nessa sua nova fase. Além disso, Perry dirigiu um carro da mesma cor no clipe “Waking Up In Vegas”.

Cobras

Como era esperado, Taylor usou (muitas) cobras para se referir à polemica que se envolveu com Kim Kardashian e Kanye West. Depois da treta entre eles, a internet passou a usar o emoji de serpente para Taylor e a cantora adotou o animal e se colocou como “rainha” das serpentes nessa cena.

Squad

Até mesmo o squad tão criticado de Taylor apareceu no clipe. A cantora alfinetou a obsessão de todos com o seu grupo ao mostrar a formação do squad como se fosse um exército – já que ela foi acusada de “fabricar” suas amizades. Em outra cena, a cantora ainda lembra de “Bad Blood”, clipe que reuniu todas as amigas, ao vestir as mesmas roupas do clipe.

I <3 T.S.

A obsessão da mídia pelos namorados de Taylor também apareceu no clipe. Os dançarinos da cantora aparecem usando uma camiseta com os dizeres “I <3 T.S.”. Parece familiar? Tom Hiddleston, ex de Taylor, usou uma camiseta assim durante o relacionamento dos dois e viralizou na web.

“The old Taylor is dead”

“A velha Taylor não pode atender o telefone agora. Porque? Ela está morta”, canta Taylor na música e essa cena mostra bem isso. A cantora aparece no topo de todas as suas versões antigas: a Taylor do começo da carreira com o número 13 na mão, com o look que usou no MTV Europe Music Awards 2012 quando venceu Katy Perry na categoria Melhor Artista Feminina, e sua personagem em “You Belong With Me” (mas aqui os nomes na camiseta foram trocados pelos nomes do squad: Selena, Este, Martha).

As críticas

O final do clipe é ainda mais surpreendente. As várias versões de Taylor aparecem dizendo tudo o que já foi dito sobre a cantora na mídia. “Pare de fazer essa cara de surpresa, é tão irritante”; “Pare de agir como se fosse tão legal, você é tão falsa”; “Eu gostaria de ser excluída dessa narrativa” (frase que usou depois do drama com Kanye e Kim). Uma das versões ainda diz que vai “editar” a filmagem depois – algo que a Kardashian acusou Swift de fazer na briga.


Tags da Pan

Comentários